IRS 2015 – Vai pagar mais ou menos?

banner_irs

 

 

Orçamento do Estado para 2015, o Governo aprovou e deu a conhecer a tão esperada reforma do IRS. O alívio fiscal para as famílias vale 150 milhões de euros e passa a considerar os filhos e ascendentes dependentes no IRS – o quociente familiar – o que vai permitir maior poupança para os agregados familiares.
Entre o conjunto de deduções à colecta que hoje em dia se podem fazer, só as despesas com saúde e as pensões de alimentos sobrevivem. A saúde recebe um ligeiro bónus, podendo representar 15% da despesa, até um máximo de 1.000 euros; as pensões de alimentos ficam como estão.
Além do quociente familiar, as despesas dedutíveis aumentam, mas deixa de ser possível deduzir os juros do crédito da casa.

Conheça as principais medidas que constam na reforma do IRS 2015, no guia que preparámos sobre esta matéria.

Entretanto, aproveite para fazer a simulação do IRS de 2014 (a submeter em 2015).

btn1 btn2

(simulador  retirado do blogue www.pedropais.com da autoria de Francisco Mesquita )